R.I.P. José Saramago

"uma vela nunca se apaga por esmorecimento contínuo. No último momento, como uma espécie de canto do cisne, a chama é mais alta, ilumina mais. Levanta-se, alarga-se e acaba" José Saramago

o que poderei dizer do Homem que escreveu o livro que eu mais gostei de ler até hoje?
Um excerto de uma das crónicas do Deste Mundo e do Outro apareceu num teste de português no 8º ano. Rasguei cuidadosamente o enunciado para ficar com o nome do livro, e andei com aquele pedacinho de papel durante uns dois anos no meu porta-moedas. Já não recordo exactamente como é que consegui comprar o livro, mas lembro-me que fiz várias tentativas falhadas para a família mo oferecer. Diziam-me que era muito nova para ler Saramago e ofereciam-se para me comprar mais um número da colecção juvenil Patrícia, em alternativa.
Penso muitas vezes "ainda bem que guardei aquele pedacinho de papel" e OBRIGADA Saramago por todos os momentos de leitura fabulosos que os teus livros me têm proporcionado e continuarão a proporcionar.

5 comentários:

belinha disse...

Lindo. Li comentários horrorosos no Sapo.Gostei de ler estas linhas.

ηatalie αfonseca disse...

Bem-haja!
Sempre gostei das frases que ele dizia. Nunca li um livro dele, isso é verdade. MAs hei-de ler. Já digo isto há algum tempo. Penso que desde que os meu pais te ofereceram os livros dele (já vai algum tempo). Alguma sugestão em qual começar?

ηatalie αfonseca disse...

Um das minhas frases preferidas dele: "Não tenham pressa, mas também não percam tempo." JS

pombamarela disse...

@belinha obrigada pelo comentário. Infelizmente a ignorância das pessoas faz com que não saibam reconhecer e apreciar a genialidade a quem a merece

@natalie Acho que ias gostar do "Memorial do Convento", do "O homem duplicado" ou do "ensaio sobre a cegueira"

ηatalie αfonseca disse...

Thanks. =)
a ver qual deles.
Bjs

Enviar um comentário