chegadas

birthday cake
Fui buscar a minha família, entenda-se os outros 3 Ás, ao aeroporto da portela e fiquei uma vez mais convencida que não tenho coração para isto. Já é difícil estar à espera de alguém que nunca sabemos quando vai sair por aquele quadrado rasgado na parede, mas ir esperar as minhas filhas é de partir o coração... parece que o tempo não passa, fico ansiosa, com a respiração alterada, de cada vez que vejo alguém pequenino os meus olhos enchem-se de lágrimas.
Desta vez não foi diferente, sofri durante uma hora porque o avião chegou atrasado, porque quando se viaja com crianças há sempre mais coisas na bagagem. Vi-os e enquanto o papá empurrava o carrinho das malas a Alice empurrava o carrinho da Adriana, vinham entretidos a conversar e parecia que a Alice me procurava no meio da multidão e a Adriana olhou-me e sorriu logo, acho eu que sem ter a certeza que era a mamã. Quando finalmente perceberam que eu estava ali a Alice saltou-me para o colo e ria e dizia "mamã linda, mamã linda" repetidamente e a Adriana a dar gargalhadas e a bater com os pés no carrinho e a olhar do papá para mim e vice-versa, como quem: "é a mamã, é a mamã".
A minha sorte é que nenhuma delas chora e por isso eu aguento-me à bronca e engulo as lágrimas, e porque prefiro vê-las a rir de contentes por me verem.
Ainda andamos a matar saudades e aproveitamos o domingo para cantar os parabéns ao papá que fez 32 anos enquanto estavam na Madeira. A Alice ajudou a fazer o bolo :)

2 comentários:

ηatalie αfonseca disse...

Pois é!
E nós por cá também sofremos sempre com a despedida! Em breve estaremos juntos outra vez. Sempre a sorrir a a bater palminhas! :))

Beijinhos às minhas sobrinhas lindas (dos avós também), ao mano e a ti!

P.s.Ganda bolo!!

Margarida Bruno disse...

Querida mana...como te entendo! Não que alguma vez os tenha ido buscar ao aeroporto, mas cada separação custa cada vez mais...e sempre que o Pedro me telefona a dizer " tenho muitas saudades tuas mamã", acabo por chorar. E a Lena, que parece não demonstrar saudades, após uns dias consigo que fale e desabafe...também ela fica cheia de saudades e nos dias seguintes dá-me beijos e mais beijos.

Ainda bem que fizeste esse lindo bolo para o teu maridaço!

Enviar um comentário