Haruki Murakami

"O gelo é frio e as rosas são vermelhas. Estou apaixonada. E este amor vai decerto arrastar-me para longe. A corrente é demasiado forte, não tenho escolha possível. Mas já não posso voltar atrás. Só posso deixar-me ir com a maré. Mesmo que comece a arder, mesmo que desapareça para sempre."
Sputnik, meu amor, de Haruki Murakami

2 comentários:

Lover disse...

(e não é que é mesmo assim...)

Soberbo...;)

Anónimo disse...

Um colega do AA tem vários livros do Murakami. Ele faz empréstimos.

Enviar um comentário