do fds


Caso para dizer que a minha mãe ainda aprendeu a escrever em ardósias como estas. Não resisti a fotografar estas relíquias na feira de artesanato patente na Feira Nacional de Gastronomia 09 de Santarém.
Fiquei embasbacada com as colchas da Casa da Cultura de Mogadouro, só me lembro de ter visto trabalhos assim da minha Tia Micas, que era assim que lhe chamavam, uma verdadeira artista do crochet e da linha tricotada. À custa dela temos na família uma colecção inigualável de colchas e naperons em crochet e em linha tricotada.
Ainda de realçar os trabalhos, 100% lã, do atelier de burel, da Covilhã.
Fomos matar saudades de umas lapinhas grelhadas, da poncha, da brisa maracujá e do bolo do caco...

2 comentários:

peremela disse...

Que fome portuguesa que isto me faz. X

ηatalie αfonseca disse...

Ai comidinha tão boa!!! ;)

Enviar um comentário